Valéria D' Ogum Xoroquê 
Oferendas & ebós para Ogum
Oferendas & ebós para Ogum

Oferendas & ebós para Ogum

2 SET 2011 POR VALÉRIA D' OGUMEXUBARÁXOROQUÊ, NÃO HÁ COMENTÁRIOS »
 

O que é um Ebó?
São rituais que visam corrigir várias deficiências na vida de um ser humano (saúde, amor, prosperidade, trabalho profissional, equilíbrio, harmonia familiar, etc.) A composição de cada Ebó depende da sua finalidade, e os seus componentes vão desde bebidas a frutas, folhas, velas, adornos, alimentos secos, mel, óleo de palma, louças, artefactos de barro ou ágata., etc..

Tipos de ebòs existentes

Èbó Etutu: sacrifício propiciatório de purificação para os falecidos ou um Orisa no
período de iniciação. (carregado de elementos)
Èbó Iyònu: Sacrifício para transformar a Raiva, Ódio em Afeição ou obter os favores
de um Orisa ou Ancestral.
Èbó Opinodu: Sacrifício de alinhamento do Ori com o Odu pessoal. Ebori; Sacrifício para Ori e o Orisha auxiliar.
Èbó Eledá: Sacrificio de alinha mento e conexão direta com Deus (criador).
Èbó Alafia: Oferecimento de tranqüilidade.


Èbó Omisi: Banho de Expurgação com elementos adequados.
Èbó Omi-Eró: Banho propiciatório de apaziguamento.
Èbó Idamewa: Oferecimento de dízimos ou beneficência (voluntaria), também inclui comidas e banquetes.
Èbó Itasile: Oferecimentos com petições e libações cerimoniais para os Orisa ou Eegun
Èbó Ópé: Oferecimento de Ações de Graças ou Agradecimento com toques de Ilú (tambores), oferendas de Adimu’s e festividade para Ori/Orisha.
Èbó Oresisun ou Sisun: Sacrifício ao fogo. A destruição do sacrifício por fogo constitui a separação de um estado passado para uma dimensão futura.
Èbó Fifí: Sacrifício às ondas. Situação semelhante ao prévio com o elemento Água.
Èbó Ese: Sacrifício para quem cometeu um pecado, quer dizer desobediências, quebra de tabu.
Èbó Eni: Sacrifício de esteira.
Èbó Ate, Ebo katerun ou Ebo Atepon: Ebo realizado somente pelo Awo de orunmila.
Èbó Epile: Sacrifício de fundação, na finalidade de estruturar um Ile Ifá/Orisa, uma casa residencial ou comercio.
Èbó Todara: Sacrifício bem elaborado de forma bem arrumada e ornamentada, muito bonito e agradável aos olhos, para fins de abundancia e sucesso.
Èbó P’ajé: Sacrifício específico para neutralizar Bruxaria agressiva, Feitiços de amarração feitos por mulher feiticeira.
Èbó Epepa: Sacrifício para neutralizar pragas (maldições).
Èbó nifé: Sacrifício para união e harmonia no matrimonio, geralmente é executado com micro incisões no Ori de ambos interessados.
Èbó Awedo: Sacrifício de purificação nas águas de um rio bem limpo.
Èbó Ikuda: Sacrifício para tirar uma pessoa das mãos da Morte (Iku).
Èbó Agberepota: Sacrifício de proteção contra perversidades de Inimigos físicos ou sobrenaturais.
Èbó Aségbe: Sacrifício de proteção pessoal.
Èbó Itá: Sacrifício executado para Ogun e Osanyin no terceiro dia após uma iniciação de Yawo.
Èbó Ìrán: Sacrifício de defesa e ataque.
Èbó Èró Elegun: Sacrifício para acalmar alguém possuído por Orisa.
Èbó Dìde Abiku: Sacrifício para manter um Abiku na Terra (vivo)
Èbó Tabi Ajé: Sacrifício para se tornar uma Iyami.
Èbó Nidosù: Sacrifício pra tornar pessoa um iniciado em Orisa.
Èbó Àwúre: Sacrifício para benefícios.
Èbó Ajeru: Sacrifício para conseguir melhorar as finanças.
Èbó Owonini: Sacrifício para atrair dinheiro.
Èbó Arimolé owo: Sacrifício enterrado para atrair dinheiro.
Èbó Afòran: Sacrifício pra escapar de processos na justiça.
Èbó Isègun Òta: Sacrifício pra vencer Inimigos.
Èbó Ìféran: Sacrifício para conquistar Amizade, atrair Amor, Afeição.
Èbó Irogun: Sacrifício para evitar Confusão, Guerras, Desordem.
Èbó Ayekuro: Sacrifício pra acabar com Azar.
Èbó Awórò: Sacrifício para chamar fregueses.
Èbó Ìfa Ènìyàn: Sacrifício para atrair clientes.
Èbó Ìtaja: Sacrifício para ter sucesso nas vendas em comercio.
Èbó Omobi: Sacrifício para obter fertilidade e filho.
Èbó Ipélaye: Sacrifício para longevidade.
Èbó Ajodarà: Sacrifício para ter Boa viagem.
Èbó Gbéré: Sacrifício de Incisões para penetração do Ashé ou para proteção.
E ainda outros…

O que é uma Oferenda?
Chamamos oferendas aos rituais compostos de frutas, alimentos, carnes, bebidas, flores, louças e adereços que servem para oferecer aos Orixás, como uma súplica para se alcançar uma graça, bem como para homenagear e cultuar um Orixá, de forma a fortalecer o nosso vínculo com o mesmo.

Cada Orixá tem os seus respectivos alimentos, as suas flores, as suas cores, as suas bebidas e a sua forma particular de culto, orações e invocações.

Conselhos: Ao fazer um Trabalho/Ebó, além da fé você deve:
1. Só utilizar material novo.
2. Nunca substituir um material por outro.
3. Usar somente o que a receita pede.
4. Ao fazer o trabalho, mantenha o pensamento firme no que você realmente deseja.

Atenção: Nunca faça um Trabalho/Ebó para desejar o mal de alguém, pois um pensamento negativo atrai para si essa má vibração. E, sempre que tiver o seu desejo realizado, lembre-se de agradecer, dessa forma, um universo de boas energias passará a “conspirar” por si.

COZINHA RITUALÍSTICA

Cará com Dendê e Mel

Lave um inhame em sete águas (sete vezes), depois coloque numa gamela de madeira ou alguidar. Com uma faca (obé), bem afiado, corte-o na vertical. Na banda do lado esquerdo se passa dendê e na do lado direito mel.

Paliteiro de Ogum

Cozinhe um Cará com casca e tudo. Coloque numa gamela de madeira ou alguidar. Espete palitos de Mariô por toda a superfície. Pode regar com dendê ou mel.

Feijão Mulatinho

Cozinhe o feijão mulatinho (ou cavalo) e tempere-o com cebola refogada no dendê, coloque em um alguidar e enfeite com 7 camarões fritos no dendê.

Para conseguir um bom emprego: 


Farofa com dendê;
Ferradura;
7 moedas antigas;
1 cravo vermelho;
1 vela vermelha e verde.

Forre uma bandeja com a farofa (feita com farinha de mandioca e azeite de dendê). Coloque em cima da farofa os restantes objectos e os seus pedidos escritos num papel. Entregue numa mata, para Ogum.

Ebó para abertura de caminhos, trazer dinheiro e prosperidade com a ajuda de OGUM

- 01 inhame do norte assado, 21 moedas correntes, 21 taliscas de mariwô (folha da palmeira), 01 acaçá branco (bolinho de milho branco misturado com água, envolto em folha de bananeira ), 01 acaçá vermelho ( igual ao branco , porém com farinha de milho amarela ), azeite de dendê e mel.

- Assar o inhame na brasa (se for preciso raspar um pouco para tirar o excesso queimado). Colocar no alguidar. Enterrar os talos de mariwô e chamando Ogum. Fazer o mesmo com as moedas. Colocar os acaçás (um em cada ponta do inhame). Regar com um pouco de azeite de dendê e mel, 01 pitada de sal.

- Acender uma vela vermelha e fazer seus pedidos a Ogum.

- Colocar este despacho no muro, ao lado do portão.Se a pessoa morar em apartamento, colocar dentro de sua casa, atrás da porta de entrada.

- Depois de 07 dias, despachar sob uma árvore bem frondosa.

Oferendas a Ogun

Material: 1 inhame; Azeite de dendê; Mel de abelhas; 1 palma de dendezeiro (mariwo), pode ser de coqueiro caso não ache o dendezeiro; 1 vela branca.

Modo de fazer: Asse o inhame. Retire os talinhos das folhinhas da palma do dendezeiro. Depois que o inhame esfriar monte-o enfiando os talinhos em toda o corpo do inhame, escreva o nome da pessoa que se deseja ajudar em um prato branco e coloque o inhame em pé sobre o nome, coloque o mel e um pouco de dendê sobre o inhame e os talinhos . Pede-se o desejado à Ogum. Coloque próximo ao portão da casa que se fez a oferenda.

ADALU é um Adimu (comida, Oferenda, Agrado, trabalhopara Orixá OgumO Orixá Ogun é um santo muito vigoroso, não foge a luta, olha por seus filhos, vence a batalha sem olhar o motivo, Ogum não conheceu a derrota nos campos de batalha a até a morte (Orixá Ikú) tinha medo deste Orixá. Ogum Irmão de Oxossi ensinou Oxossi a guerriar, então quando oferecemos a Ogun estamos ciente de que a Vitória é certa. Temido pelos Yorubas, respeitado e reverenciados pelo Candomblé e a Umbanda.

Ingredientes para Comida de Ogum:

Feijão preto
Milho vermelho cozido
Azeite-de-Dendê
Cebola ralada
Atàré moído
Camarões seco

Como Preparar a Comida do Ogum:

Misture o milho e o feijão, refogando com azeite-de-dendê, ataré (pimenta da costa), cebola e camarões.
Às vezes é oferecido acompanhado de carne dos animais sacrificados em seu ritual de matança, mas pode ser oferecido para qualquer finalidade, seja: Para problemas no trabalho, brigas, inimizades, inimigos que te percegue, conseguir uma vitória com ajuda de Ogum, mas não é aconselhável para o Amor, pois Ogum é duro igual o aço e para trabalhos no amor é preciso flexibilidade que não é uma das caraterísticas do Ogun.

ABADO ERAN (Oferenda de Ogum)

1 kg de milho vermelho torrado
1 kg de milho vermelho cru
21 pedaços pequeno de carne de boi ou de caça
Azeite-de-Dendê

Preparar a Comida para Ogum
Após torrar o milho ponha em uma gamela acrescentando os pedaços de carne, misture tudo e regue com bastante azeite-de-dendê. Em seguida ofereça à Ògún acompanhado de Gin ou Uísque.

Esta comida só deve ser oferecida ao Orixa Ogun na rua, com a finalidade de destruir as  energias negativas matando as dificuldades da vida pelo fato do milho esta torrado não brotando mais. O que logo depois deverá oferecer à Ogum na volta para casa o milho cru passar sobre a cabeça deixando cair diretamente no chão e jogando água por cima dos milhos com a finalidade de brota todas as coisas boas e dinheiro no caminho.

EBÓ PARA ABERTURA DE CAMINHO OFERECIDO A OGUN

 

½ kg de cada tipo de miúdo de boi;

1 inhame bem grande;

1 alguidar grande;

21 palitos.

Cozinhe os miúdos e o inhame (com casca) separadamente. No alguidar, coloque os miúdos e o inhame, cravejado de palitos em cima.

Leve essa oferenda numa trilha de mata e peça para Ogun abrir seus caminhos, trazendo fortuna e prosperidade

EBÓ PARA OGUM XOROQUÊ

1 alguidar grande; PÓ DE AXÉS

2 kg de feijão preto;

3 garrafas de cerveja;

1 copo.

1 nós moscada;

1 dandá da costa;

1 punhado de cravos da Índia;

canela em pó;

2 inhames grandes;

toucinho de porco;

azeite de dendê.

Rale ou soque todos os ingredientes, guardando o pó num recipiente adequado. Esse pó poderá ser soprado dentro de casa ou no seu local de trabalho, pedindo prosperidade, ou, até mesmo, ser passado em pessoas pedindo para afastar as más influências.

Cozinhe o feijão preto até amolecer. Numa panela de ferro, frite o toucinho no dendê e refogue o feijão.

Arrume a comida no alguidar (previamente lavado com água e mel), enfeitando com sete pedaços de toucinho frito. Coloque os inhames cozidos (com casca) em cima de tudo.

Leve essa oferenda a um trilho de trem que faça uma linha reta (não coloque o prato perto de curvas). Quebre as três garrafas de cerveja e peça para Ogun Xoroquê que melhore sua vida o mais rápido possível. Peça fortuna, prosperidade, caminhos abertos, etc.

Obs.: Servir a cerveja no copo, fazer o circulo e Quebrar,  significa romper a influência de forças maléficas que atrapalham a vida.

OFERENDAS do Orixá OGUN – Adimu para Orixá OgumOgun orixa

- Para apaziguar Ogun.  Comida ou Oferenda para O orixá Ogun.

Deve-se preparar sete ecós, coloca-se num alguidar com uma moeda corrente e um grão de ataré em cima de cada um. Depois de arrumados, acrescenta-se azeite de dendêmel de abelhas e manteiga de cacau derretida. Junta-se, dentro do alguidar, bastante milho torrado e rega-se com aguardente. Arreia-se diante de Ogun com uma vela de sete dias. Despacha-se numa via férrea.

Saudação a Ogun: Ogun enhê!!!

Ebó para Ògún Para abrir caminhos

Ebó para Ògún Para abrir caminhos, trazer dinheiro, prosperidade
1 inhame assado, 1 alguidar médio, 21 moedas correntes, 21 taliscas de mariô (folha de palmeira), 1 acaçá branco (bolinho de milho branco misturado com água, envolto em folha de bananeira), 1 acaçá vermelho (igual a acaçá branco, porém com farinha de milho amarela), azeite de dendê e mel.
Como Preparar: Asse o inhame na brasa. Se necessário, raspe um pouco para eliminar o excesso de negrume. Colocar dentro do alguidar. Vá enterrando os talos de mariô e chamando por Ogum, Faça o mesmo com as moedas. Coloque os acaçás, um em cada ponta do inhame. Regue com um pouco de dendê e mel, 1 pitada de sal. Acenda uma vela e faça os seus pedidos a Ogum. Deve-se colocar no muro, ao lado do portão, ou no chão, na entrada do portão. Se você morar num apartamento, coloque dentro da sua casa, atrás da porta de entrada. Deixe 7 dias e após, despachar aos pés de uma árvore frondosa.

Ebós de Odu

EJI-OKO – no caminho de Ogun

7 cocadas brancas

7 akaçás

7 bolinhos de farinha

1 pàdé de mel ou azeite doce

7 velas de anivers á rio

7 copos de guaraná

7 moedas corrente

1 obi

Colocar numa praça aberta

EJI-OKO – no caminho de Ogun

oberó n. ° 06

Caruru no meio de todas as comidas de santo em volta com 2 velas, 1 cesta de fruta.

Coloca-se nos pés de Ibeji.

OGUM

Dar-se um Aj á para Ogum e alu á , se n ã o souber dar, enfeite-o com fitas e oj á s e apresente a

ogun, soltar vivo em uma estrada e ap ó s dar comida a Ogum da prefer ê ncia um bode e dar os

banhos na pessoa

1 banho de milho vermelho

1 feij ã o fradinho torrado 1 banho de canjica

EBÓ PARA UM CASO DE PRIS Ã O

Escreve o nome do preso em 21 ovos

Quebrar em volta da delegacia ou pres í dio chamando por ex ú e pedindo.

Depois fazer um caruru para 7 crian ç as e fa ç a com que as crian ç as coma com as m ã os e

despache na cachoeira, dar um banho com á gua de cachoeira.

ETAOGUNDA – PARA ABRIR CAMINHOS

1 oberó n ° 5

1 quilo de arroz cosido

3 rodelas de inhame

3 chaves de ferro

3 velas

Dend ê

Bilhete com o pedido, por um pouco de arroz no ober ó , por o bilhete e resto de arroz, as chaves, regar com dend ê e por ú ltimo por as tr ê s rodelas de inhame; colocar em uma estrada de subida com bastante movimento ou embaixo de uma á rvore oferecendo à Et á ogund á com as velas.

EBÓ ETAOGUNDA

1 prato com arroz branco bem cozido

3 rodelas de inhame

3 chaves

3 akaçás

3 velas

1 bandeira branca

Arriar para Esu evocando este Orixá com muita fé.

Translate this Page

Rating: 3.1/5 (837 votos)




ONLINE
1





Partilhe este Site...




Total de visitas: 474726